Tambaqui
Tambaqui  
Tambaqui
Espécies:

Nome Popular: Tambaqui

Nome Científico: Colossoma macropomum

Família: Characidae Distribuição Geográfica: Bacia amazônica.

Descrição: Peixe de escamas, corpo romboidal, nadadeira adiposa curta com raios na extremidade, dentes molariformes e rastros branquiais longos e numerosos. A coloração geralmente é parda na metade superior e preta na metade inferior do corpo, mas pode variar para mais clara ou mais escura dependendo da cor da água. Os alevinos são cinza claro com manchas escuras espalhadas na metade superior do corpo. O tambaqui alcança cerca de 90cm de comprimento total. Antigamente eram capturados exemplares com até 45kg. Hoje, por causa da sobrepesca, praticamente não existem indivíduos desse porte.

Ecologia: Espécie migradora, realiza migrações reprodutivas, tróficas e de dispersão. Durante a época de cheia entra na mata inundada, onde se alimenta de frutos/sementes. Durante a seca, os indivíduos jovens ficam nos lagos de várzea onde se alimentam de zooplâncton e os adultos migram para os rios de águas barrentas para desovar. Nessa época, não se alimentam, vivendo da gordura que acumularam durante a época cheia. Uma das espécies comerciais mais importantes da Amazônia central.

Equipamentos: Os equipamentos mais recomendados são do tipo médio/pesado, e pesado para os grandes exemplares. As linhas devem ser de 17, 20, 25 e 30 libras. Deve-se usar empates curtos, por causa dos dentes e da boca pequena do tambaqui. Os anzóis devem variar do n° 2/0 a 8/0.

Iscas: As iscas devem ser frutos da região, as preferidas pela espécie, e minhocuçu.

Dicas: A pesca com anzol é mais fácil quando o peixe está batendo. A isca de minhocuçu, por exemplo, deve ser arremessada na batida do peixe.
 
 
Alevinos Aquafish - Rod. Engº Constâncio Cintra, Km 71,5 (Sentido Itatiba/Jundiaí) - Sítio São Silvestre
Mato Dentro - Jundiaí - SP - Fone: 11 4535.1462 | 11 95047.4445 (Vivo)
© Copyright 2009-2014, Alevinos Aquafish Powered by JHT Solutions